Toda magia da Toscana

ruas de PienzaNa Toscana é impossível percorrer 30 quilômetros no tempo habitual. Essa é a distância entre Montalcino e Torrita di Siena. A intenção era sair de uma cidade e chegar à outra em meia hora, para deixar as malas no hotel, reabastecer as energias e continuar desbravando a região. Mas, no caminho são tantos cantos e encantos que não dá para ter pressa. Pienza – a cidade do Papa Pio II; Montepulciano – a fortaleza medieval que serviu como cenário para o filme “Lua Nova”, da saga Crepúsculo; Montefollonico – um pequeno vilarejo que recebe com frequencia a visita ilustre do ex-jogador Branco em busca de seus restaurantes; e, finalmente Torrita de Siena com seus campos repletos de vinhas e fazendolas especializadas na produção de queijo pecorino. Não dá para resistir. Então, o destino final só foi alcançado no final do dia… Mas, nada como “deixar a vida nos levar”, como diz Zeca pagodinho em sua vã filosofia.

A ACOLHEDORA PIENZA

Terra natal do Papa Pio II. Aeneas Slvius Piccolomini nasceu em Pienza, no ano de 1405, na verdade em Corsignano (nome anterior de Pienza). O poder do pontífice era tão grande que além de mudar o nome da cidade, também mandou o arquiteto florentino Bernardo Rosselino reconstruir a catedral, o palácio papal e a antiga prefeitura do centro histórico. Ele ainda tinha a intenção de criar uma cidade-modelo renascentista, mas o projeto não chegou a sair do papel. Atualmente, Pienza faz parte de um território chamado de “Parque artístico, natural e cultural do Vale D’Orcia” que tem o objetivo de preservar o extraordinário patrimônio de suas cinco comunidades: Castiglion d’Orcia, Montalcino, San Quirico d’Orcia, Radicofani e Pienza.

A NOSTÁLGICA CIDADE DE MONTEPULCIANO

No alto de uma colina, Montepulciano se esconde entre muralhas. Na hora em que lá estive começou a chover e o clima me fez vivenciar com mais exatidão o cenário que foi invadido pela equipe de “Lua Nova” para rodar o último filme da saga Crepúsculo. Longas ladeiras, pontilhadas por antigas casas e carros tão pequenos que até parecem de brinquedo, conduzem o visitante ao ponto mais alto e nobre da cidade, onde fica a Piazza Grande circundada pelo Palazzo Comunale, Palazzo Tarugi e Duomo.

Montepulciano também é conhecida pela produção do Vino Nobile, um vinho de tom alaranjado e com aroma de flores. Depois de tanto subir e descer ladeiras, nada melhor do que sentar em um café ou restaurante e pedir um cálice de vinho acompanhado por um pedaço do queijo da região – o delicioso pecorino.

Pacote de viagem pela ToscanaA PEQUENA NOTÁVEL MONTEFOLLONICO

Uma viagem à Toscana tem que incluir um tempo maior dedicado às refeições. Almoço e jantar nos moldes italianos, sem pressa, com os produtos frescos disponíveis na estação e uma bela taça de vinho. Estando hospedados no vilarejo de Torrita de Siena, nosso anfitrião fez reserva em dois restaurantes de Montefollonico – uma pequena aldeia medieval – que ficaram registrados na memória. Um deles foi o La Botte Piena, na Piazza D. Cinughi 12, telefone 0577 668742. O garçom contou que Branco, ex-jogador de futebol é frequentador assíduo do local. O outro é o Ristorante 13 Gobbi, no portão principal de entrada da cidade, Via Lando di Duccio 5, telefone 0577 669755. Tudo o que se come é maravilhoso. A começar pelo queijo pecorino gratinado com presunto cru, depois uma massa fresca feita à mão chamada de “pici” com funghi porcini ou tartufo e para arrematar uma Bisteca Fiorentina. Como saideira, uma tacinha de Vinho Santo com um pedaço de Cantucci, biscoito duro feito de amêndoas ou quem sabe alguma outra sobremesa para alegrar a alma. Tudo sempre muito simples e saboroso. Perfeito!

DURMA BEM NA TOSCANA!

Muitas vezes é difícil encontrar um bom hotel nessas pequenas cidades do interior da Itália. No momento, os melhores são os chamados de hotéis de agriturismo. Eles ficam nas regiões rurais, próximos das vinícolas, das plantações de girassóis ou das propriedades que produzem queijos. O Hotelito Lupaia é simplesmente um encanto. Todos os quartos têm decoração diferente, são grandes, aconchegantes e cheios de mimos para agradar os hóspedes. Dá para ver os quartos pelo site http://www.minhareserva.com/ e escolher em qual deles se quer fazer a reserva. Ficamos hospedados no quarto “Bosco”, todo em tons de verde. Lindo! Difícil é encontrar o hotel, pois ele não aparece no GPS. Fica numa pequena estrada entre Torrite de Siena e Montefollonico, pertinho de Montepulciano. Vale a pena procurar.

Fonte: Viajar Sempre!

Banner Buenos Aires

Tuscany, República Italiana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *