Programe as suas férias de julho e economize muito dinheiro

Mala de viagemO ano mal começou, mas há quem já esteja contando nos dedos quantos dias faltam para as férias de julho. Para quem começa a planejar uma viagem internacional, a ansiedade pode atrapalhar um pouco, mas com antecipação, o sonho de conhecer ou estudar em outro país pode ficar mais perto de ser concretizado. Faltando menos de cinco meses para as férias de inverno no Brasil, a dica para quem pretende viajar é procurar uma empresa especializada em viagens e intercâmbio para programar o passeio. Além disso, quanto antes for organizada, mais barata será a viagem.

Para Samuel Lloyd, gerente de marketing da STB, os meses de fevereiro e março são os mais aquecidos no início do ano. Por isso, ele indica que a viagem seja pensada com, pelo menos, seis meses de antecedência. “Recomendamos esse prazo, principalmente, por questões financeiras. Assim, o interessado consegue pagar menos em passagens aéreas e hospedagens, até porque estamos falando em alta temporada de férias”, ressalta.

Esse tempo de antecedência ainda permite tirar toda a documentação necessária para viagem, como passaporte, vistos e vacinas, quando necessário, além de ser bom para comprar a moeda estrangeira. “A questão cambial é sempre um risco, porque nunca se sabe como a moeda do outro país vai estar daqui um tempo. Comprando com antecedência, o viajante paga melhores taxas e pode comprar um pouco de dinheiro todos os meses”, explica.

Fernanda Zocchio Semeoni, diretora de produto e operações da agência de turismo Experimento, explica ainda que a melhor maneira de levar dinheiro é através do cartão pré-pago Visa Travel Money, que funciona com a função de débito no exterior. “O turista pode colocar dinheiro no cartão todos os meses, aproveitando as melhores taxas. Além disso, ele é seguro e aceito em todos os lugares que trabalham com cartão dessa bandeira”, recomenda.

publicidade

Preparativos da viagem 

Os procedimentos de antes do embarque são muito importantes. Como cada país possui legislação própria, os meses que antecedem a viagem são fundamentais para organizar todos os documentos necessários. “Além de passaporte e visto, também é preciso ficar atento ao seguro saúde, exigido dependendo do destino. O planejamento deve contemplar essas e outras questões, como a disponibilidade de tempo para viajar, do orçamento e preferências de clima”, explica Lloyd.

Para quem quer fazer intercâmbio, Fernanda explica que a antecipação ajuda a garantir uma vaga no curso escolhido. “As vagas para os programas mais populares acabam rápido. Muitas escolas têm número máximo de estudantes estrangeiros, então, é bom adiantar o processo para não se preocupar com disponibilidade de turmas”, alerta.

Na Experimento, por exemplo, um dos programas mais populares é o de estudos em Oxford, na Inglaterra, e de lazer em Paris, na França, e já está esgotado. “Mesmo vendendo passagens com até 40 dias de antecedência da viagem, quanto mais próximo da data do embarque, maior será o valor da passagem. Antecipar a decisão significa pagar menos”, destaca a diretora.

Lloyd lembra ainda que, se o destino escolhido for Londres, na Inglaterra, o melhor é procurar uma agência o quanto antes. “Esse ano, acontecerão as Olimpíadas em Londres. Isso muda um pouco o comportamento do mercado de turismo e afeta diretamente o bolso do consumidor. Já está mais caro para ir para a Inglaterra e nos próximos meses deve ter ainda mais aumento das tarifas”, adverte.

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *