Praia do Espelho na Bahia

Localizada entre os povoados de Trancoso e Caraíva, a praia do Espelho é considerada uma das mais encantadoras do Sul da Bahia. Perfeita por natureza e bucólica por vocação, reúne águas azuis que formam piscinas naturais, gigantescas falésias brancas e avermelhadas, riozinhos e coqueirais. Juntam-se a esta pedaço do paraíso o charme rústico das pousadas e o estilo único das barracas de praia que espalham pela areia, com muito capricho, esteiras e espreguiçadeiras cobertas com almofadões coloridos.

Na verdade, o povoado chama-se Curuípe mas, para evitar confusões, atende por ambas as denominações.

O glamour, que veio junto com o novo nome, encheu de fama a pacata vila de pescadores. Mas trouxe também as excursões de um dia que lotam os trechos desertos na alta temporada, mesmo considerando-se os preços altos praticados nos bares e a precária estrada de terra que liga Espelho ao restante do mundo. Por isso, para curtir o verdadeiro astral da praia, dormindo e acordando com o barulhinho do mar, venha na baixa estação.

Espelho não é só praia – a vida continua falésia acima. No topo do morro fica a Vila do Outeiro, dentro do condomínio Outeiro das Brisas. Emoldurado por casinhas coloridas que abrigam pousadas, restaurantes e ateliês, o centrinho é o mirante natural para os quilômetros de mar azul.

O que fazer

Sempre tendo o mar e o céu por testemunhas, as atividades no Espelho consistem em caminhar, passear de barco e não fazer absolutamente nada recostado nas almofadas espalhadas à beira-mar, na sombra de coqueiros. Para agitar a programação, dê uma circulada pelas vilas vizinhas de Trancoso e de Caraíva.  

Caminhar nas praias: Na maré baixa, dá para ir caminhando à Caraíva (12 quilômetros) ou à Trancoso (16 quilômetros), mas não esqueça de levar água e lanche (não há bares e barracas nos trechos). No caminho, praias desertas e rios de águas cristalinas emolduram a paisagem. Na volta, pegue uma traineira para relaxar e apreciar o visual. Quem não quer ir tão longe sem abrir mão da privacidade deve seguir até a praia do Outeiro, na direção de Trancoso, passando pela praia dos Amores.

Lagartear nos almofadões à beira-mar: No trecho da praia em frente à vila de pescadores, barracas de praia espalham pela areia confortáveis espreguiçadeiras de madeira cobertas com almofadas. Para quem só quer saber de sombra e água fresca, almofadões e esteiras de palha tomam conta do gramado salpicado de coqueiros.

Passear de barco: O destino é o vilarejo de Corumbau, onde uma barreira de recifes e as águas transparentes fazem da região um verdadeiro aquário. Aproveite para petiscar ou almoçar nas barracas da região, que têm preços bem mais em conta que os do Espelho.

Curtir Trancoso e Caraíva: De lancha, é possível conhecer Caraíva em um dia, mergulhando em suas praias e passeando pelo povoado. Com Trancoso, o esquema pode ser o mesmo – mas prefira passar uns dias por lá, curtindo o charme e o alto-astral da vila.

Vida noturna: Não há grandes agitos noturnos no Espelho. Depois do jantar, um bom programa é apreciar o céu estrelado e tomar um drink nos bares da praia de Curuípe. Para quem gosta de dançar, vale seguir para Caraíva, com animados forrós que pegam fogo depois da meia-noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *