Para quem busca sossego no Carnaval, Aiuruoca e Carrancas são uma boa opção

Faltam 15 dias para o início do Carnaval, mas, no Sul de Minas, a festa já começou. Famosas por receberem turistas que querem fugir da agitação e dedicar o feriado à reflexões espirituais, os municípios de Carrancas e Aiuruoca mantiveram a tradição de mais de meio século e anteciparam a folia – a intenção é acolher também aqueles que não dispensam a diversão da maior festa popular do Brasil.

A primeira a esquentar os tamborins é Carrancas. Com pouco mais de 4.000 habitantes, o Carnaval na cidade começou na quinta-feira e termina amanhã. A secretária municipal de Cultura e Turismo, Lígia Moreira, explica que a tradição de antecipar a festa teve início em 1941, quando o Carnaval deu lugar aos retiros espirituais. “As pessoas se recolhem em oração nos quatro dias. Em respeito a essa tradição e para não atrapalhar o retiro, a população optou pela comemoração do Carnaval duas semanas antes”, explicou Lígia.

Com cachoeiras e natureza exuberante, o feriado de Carnaval é geralmente explorado por um tipo de turista diferente, que busca o sossego. Nesse período, a população da cidade dobra. E os moradores e empresários não reclamam. “Estamos acostumado e as pessoas vêm para cá fugindo da bagunça, procurando tranquilidade”, diz o morador Tomas Mesquita, 28.

O empresário Eder de Paula Lima, 58, garante que não tem do que reclamar. “Os turistas querem sossego e pagam por isso. Para se ter uma ideia, já não há mais vagas nas pousadas da cidade. Estamos lotados”, disse.
Aiuruoca. Com 6.173 habitantes, o Carnaval em Aiuruoca será comemorado entre 24 e 27 de fevereiro. O município também antecipa a festa. De acordo com o chefe da Divisão de Turismo e Meio Ambiente, Gilberto Furriel, a decisão foi tomada depois que o monsenhor Antônio Fortunado Nagel, pároco da cidade na época, condenou a festa por atrapalhar os retiros espirituais.

“Algumas pessoas até cogitaram comemorar o Carnaval depois da data oficial, mas em respeito ao período da Quaresma, a ideia não foi aprovada. Foi aí que decidiram fazer a comemoração na semana anterior”, explicou Furriel.

Leia mais no Estalagens, Pousadas no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *