Dólar: como se prevenir da volatilidade da moeda na hora de viajar?

Se por um lado o dólar em baixa gera muitos problemas sobre o setor externo, deixa as cotações em real pouco competitivas e estimula as importações, a moeda em alta, afeta os planos de quem vai ou pretende viajar para o exterior.

Após duas medidas do governo no mês de março, para tentar desestimular a entrada de dólares no país, a moeda norte-americana terminou a última semana com uma valorização de 1,03%.

Apesar de alguns especialistas acreditarem que essas medidas só surtirão efeito no curto prazo, pois sozinhas não são suficientes para resolver os problemas do câmbio, a melhor alternativa, bem antes de fazer as malas, é já comprar dólares.

De acordo com o gerente de mesa nacional da Confidence Câmbio, André Gaspar de Andrade, o ideal é que isso seja feito aos poucos. “Dá para comprar uma quantia hoje, outra amanhã. Dessa forma, a pessoa estará fazendo uma taxa média. E o nível atual da moeda, por volta de R$ 1,83, está ideal para a compra”, orientou.

Ainda segundo Andrade, não é possível prever quanto e até quando o dólar irá subir, mas, para ele, diante da crise externa e os juros no Brasil em baixa, a tendência é de alta. “O governo não vai afrouxar agora, ou perderia a credibilidade. Continuará mostrando que tem força, que tem poder”, falou.

(Leia também: Brasil bate recorde no mercado de cruzeiros marítimos)

Cartões pré-pagos

Embora sejam mais fáceis de usar, além de muito conhecidos, os cartões de crédito já deixaram de ser uma opção viável nas viagens ao exterior. Isso porque exigem o pagamento de 6,38% de IOF sobre as compras lá fora.

“Além dos gastos, a pessoa ainda terá que arcar com essa cobrança do imposto, a fatura sairá mais cara, por conta desse custo adicional”, explicou.

Segundo Andrade, os cartões pré-pagos são muito mais vantajosos. “Não tem variação cambial, nem IOF”, disse.

A tabela abaixo mostra as principais diferenças entre os pré-pagos e os cartões de crédito.

Cartões pré-pagos X Cartões de Crédito
Pré-pagos Crédito
Variação Cambial Não existe Existe
Juros para saques internacionais Não existem Existem
Anuidade Não existe Existe
Assistência Global (reembolso) Existem Consulte
IOF 0,38% 6,38%
Fonte: Confidence Câmbio

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *