Conheça Jonno – um viajante que tem tudo a ver com experiências autênticas

Conheça Jonno. Ele é um jovem viajante “do milênio” que gosta de viver como um nativo. Com base em nosso relatório Traveller Tribes 2030, eu o descrevo como um Purista Cultural.

Os puristas culturais como Jonno possuem uma maneira extremamente interessante de viajar. Para começar, eles se inspiram em mídia de estilo de vida tais como documentários de TV, vídeos gerados por usuários de viagens no YouTube, programas de culinária e natureza, e blogs. Eles também procuram livros e filmes que compartilhem conhecimento sobre um destino de viagem diferente e autêntico. Mais do que qualquer outra coisa, eles procuram se inspirar em experiências de viagem com imersão em outro estilo de vida.

Uma característica interessante dos puristas culturais é que eles não querem que grandes quantidades de dados sejam utilizados para personalizar seus serviços. Na verdade, eles percebem a personalização de serviços e anúncios como empecilhos para a verdadeira descoberta. Isso é algo que a indústria do turismo precisa estar atenta!

Esta tribo estará aberta a novos serviços em cada momento da viagem e não irá reservar todas as suas viagens na fase de reserva. Pelo contrário, eles vão reservar o mínimo possível, desejando o máximo de liberdade em sua viagem e fazendo planos durante o voo.

Eles querem experiências autênticas e não querem tecnologia pelo caminho. Isso pode ser ampliado para uma abordagem “old school”, ao pegar o telefone e ligar diretamente para os hotéis ou provedores de serviços ou usar guias de viagem para se inspirar. Os agentes de viagens que podem fornecer o conhecimento local e as experiências não muito usuais vão ter alta demanda para esta tribo.


Flexibilidade e espontaneidade são as palavras-chave para viajantes como Jonno. Os provedores de viagens devem se concentrar em oferecer opções flexíveis que permitam mudanças nos serviços e voos, bem como reduzir o número de decisões que o viajante tem de fazer na fase de reserva. Será inútil oferecer experiências “locais” comuns, uma vez que estes viajantes vão evitar quaisquer experiências “corporativas” ou pacotes pré-definidos. Para eles, “lugares pouco visitados” tem tudo a ver.

Nesta Era de Viajantes Informados, a economia compartilhada irá desempenhar um grande papel na experiência de viagem desta tribo, uma vez que os Puristas Culturais vai querer remover qualquer barreira entre eles e os moradores locais. Eles serão os principais usuários de plataformas equivalentes ao ‘Airbnb’ que tornam os viajantes e vendedores de serviços locais mais próximos. As pontuações do TripAdvisor terão menos peso do que as recomendações gastronômicas dos anfitriões locais do Airbnb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *