A beleza e diversidade de Maceió

Em meio a um ambiente totalmente litorâneo, onde águas doces das lagoas encontram o mar tranquilo e cristalino, surge Maceió, a capital do estado de Alagoas. Com clima tropical, a cidade se destaca por suas piscinas naturais, imensas faixas de coqueiros e exuberante costa de corais. Cenário cinematográfico que encanta seus visitantes.

Conhecida como o paraíso das águas, a lendária Maceió – chamada pelos índios tupis inicialmente de “Maça yó” ou “Maçai-o-k”, que significa “O que tapa o Alagadiço” – possui quase 40 quilômetros de praias paradisíacas de águas mornas com tonalidades que vão do azul ao verde, dependendo da posição do sol e da maré.  

Apesar de ter uma das orlas urbana mais bonita do Brasil, não é somente a parte litorânea da capital alagoana que atrai turistas. Com uma ótima infraestrutura, Maceió também oferece aos visitantes, bons hotéis, um cardápio variado em gastronomia e costumes. Atrativos estes que justificam o grande número de turistas: um milhão e 115 mil visitantes desembarcaram no aeroporto da capital, só no ano passado. 

Principais atrações de Maceió

As rendeiras – Portal da Barra
Em uma das praias mais ao sul de Maceió, a do Pontal da Barra, os turistas podem apreciar um deslumbrante pôr-do-sol no encontro da lagoa Mundaú com o Atlântico. Além disso, é possível conhecer o trabalho das tradicionais rendeiras que bordam nas calçadas enquanto deixam suas rendas expostas nas varandas de suas casas.

Mercado do Artesanato
Considerado a vitrine do artesanato de Alagoas, pela variedade de peças e matéria-prima, o Mercado do Artesanato está localizado no bairro Levada, próximo ao centro da cidade. Trabalhos em couro, madeira, barro e rendas estão distribuídos nas 250 lojas do complexo.

Mirante São Gonçalo
Localizado na Praça Rosalvo Ribeiro, no bairro do Farol, o mirante de São Gonçalo é um ótimo convite para desfrutar a maravilhosa vista panorâmica de toda a cidade e do Oceano Atlântico.

Lagoas Manguaba e Mundaú
As Lagoas Manguaba e Mundaú são as maiores de Maceió, com uma área aproximada de 34 e 32 quilômetros quadrados respectivamente. No belo entorno, um de seus principais atrativos são os passeios de barco pelas ilhas e ilhotas. Suas águas são ideais para a prática de todo o tipo de esportes náuticos e nelas habitam numerosas espécies de peixes, crustáceos e moluscos.

Barraca Lopana
Localizada na parte residencial da praia de Ponta Verde, a barraca Lopana é a melhor de Maceió. Com uma estreita faixa de areia, quase sumindo na maré alta, o local é frequentado pelos residentes de edíficios mais nobres da capital.
Além da infraestrutura na areia, os visitantes ainda tem opção de saborear deliciosa comida típica no deck ou até em um ambiente refrigerado com internet wi-fi.

Hibiscus – bar
Um dos mais novos investimentos de Maceió, o Hibiscus é um ótimo convite para os turistas que gostam de tranquilidade e conforto. Localizado dentro de um condomínimo (basta identificar-se para entrar), o bar, além da paisagem  exuberante, conta com tendas para descanso e colchões infláveis atoalhados que servem tanto para pegar um bronze quanto para boiar na água.

Praias
Pajuçara, Ponta verde, Jatiúca, Jacarecica, Guaxuma, Garça Torta e Ipioca são as sete principais praias que formam a orla urbana da capital alagoana. Da mesma forma que as piscinas naturais da praia de Pajuçara são um passeio imperdível, as ondas fortes e rápidas da praia de Jatiúca atraem os surfistas em busca de aventura.

Praias de Maceió

Ponta Verde
Uma das mais urbanas e badaladas, a praia de Ponta Verde é ideal para a prática de mergulho e windsurf. Possui ótima infraestrutura com muitos hotéis, restaurantes, quiosques com música ao vivo, chuveiros e ciclovia. Na maré baixa aparecem lindas piscinas naturais.

Pajuçara
Com águas calmas e mornas, a praia da Pajuçara é uma das mais procuradas do roteiro turístico de Maceió. É de lá que as jangadas partem em direção às piscinas naturais, situadas entre os recifes de coral da região.

Avenida da Paz e Sobral
Como ambas estão próximas ao porto de Maceió, na área mais central da cidade, possuem águas poluídas, impróprias para banho.

Pontal da Barra
Situada no ponto de encontro entre a Lagoa Mundaú e o Oceano Atlântico, de onde partem passeios de escuna ou lancha, no tradicional bairro das rendeiras. O mar é aberto e suas ondas são fortes, ótimas para surfe. A praia também é boa para pesca.

Jatiúca
Praia urbanizada e com boa infraestrutura. Conta com hotéis, pousadas, restaurantes, quiosques, ciclovia, pista para caminhada e corrida. É frequentada pelos surfistas pela presença de ondas mais fortes.

Cruz das Almas
Distante seis quilômetros do centro da cidade, a praia surgiu a partir de um cemitério indígena. Com mar agitado e ondas altas e boas para o surfe, ela possui um dos lados deserto e o outro habitado por pousadas, hotéis, bares e restaurantes.

Jacarecica
Imprópria para banho, a praia de Jacarecica tem mar agitado, fortes ondas e uma bela visão de coqueiros.

Guaxuma
Repleta de coqueiros e mangues, a praia que fica às margens de dois rios possui quiosques e casas de veraneio em sua orla.

Garça Torta
Praia deserta e pouco visitada, caracteriza-se por suas águas de cor esverdeada, sua areia fina e avermelhada e a grande quantidade de coqueiros.

Riacho Doce
Com mar calmo, areias macias e brancas, recifes de corais e piscinas naturais, a praia serviu de inspiração para o autor José Lins do Rego escrever o romance Riacho Doce.

Pratagi (Mirante da Sereia)
Bela praia com coqueiros e piscinas naturais. Conhecida como Mirante da Sereia pela bela escultura de uma sereia situada sobre os recifes de corais. Diz a lenda que vários pescadores eram atraídos pelo conto de uma sereia que morava na região.

Ipioca
A última praia do litoral norte de Recife possui areias brancas e águas esverdeadas e transparentes. Apesar de fazer parte da capital, a praia é muito tranquila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *