10 motivos para amar Lisboa

Lisboa, Portugal


Se ainda te falta algum, aqui vão 10:

1- HOTELARIA BARATA

Ora, pois, a crise ainda deixa os lisboetas sem dormir. E o turismo entrou como salvador da pátria da economia, e impulsionou novos investimentos para atrair vistantes estrangeiros. E isso se refletiu principalmente na hotelaria: a cidade está lotada (mesmo) de uns hotéis pequenos e bonitinhos, vários em prédios históricos, todos meio design, meio butique, uma graça. Isso tirando os hosteis, bons, lindos e baratérrimos.

2- OS PREÇOS NUNCA ASSUSTAM

Não tem atrações de € 20 (tipo as casas do Gaudí, em Barcelona), nem museu, nem mirante, nem quase nada que ultrapasse os € 7 a entrada. E mesmos nos melhores restaurantes da cidade a conta raramente dói no bolso, salvo algumas poucas exceções.

3- ELA TÁ CHEIA DE COISAS NOVAS

Você talvez pense em Lisboa meio parada no tempo, com Manuéis da padaria, velhinhas de preto e igrejas de azulejos desbotados. E de fato talvez ela perca em dinamismo pra outras colegas europeias, mas isso não vem ao caso. O que importa é que ela tá cheia de coisinhas modernas e bacanas, com um monte de restaurante e bar abrindo, vários casarões e palacetes antigos sendo reformados e transformados em galerias de lojas, espaços culturais novos surgindo, e por aí vai.

4- OS PORTUGAS SÃO DEMAIS

Fofos, simpáticos, sempre dispostos a ajudar, explicar o caminho, indicar o que comer. E (quase) nunca riem do nosso sotaque.

5- FADO É LINDO

Publicidade

Mesmo que você não tenha sacado o ritmo ouvindo os discos velhos do seu avô, ver fado ao vivo são outros quinhentos. O som da “guitarra portuguesa” é incrível e os cantores são super emotivos. Tem um trilhão de lugares pra fazer isso em Lisboa. Fora a nova geração de fadistas deles, com gente tipo Carminho e Ana Moura, que mandam muito.

6- COMIDA

Claro que tem um lugar ou outro em que chefs badalados fazem invencionices gastronômicas (hambúrguer gourmet por exemplo está bombando). Mas no geral a comida é tradicional, sem grandes sofisticações, e é sempre absolutamente deliciosa, bem feita e farta. Em qualquer biboca de qualquer esquina.

7- OS “MIRADOUROS”

Se por um lado dá vontade de xingar aquele número absurdo de ladeiras, é a topografia da cidade que faz com ela tenha aquela quantidade igualmente absurda de mirantes, os miradouros. Em todo canto surge uma vista maravilhosa, do nada, com o Rio Tejo ao fundo.

LEIA TAMBÉM: Portugal, o primeiro destino de viagem internacional

8- AS PASTELARIAS

Doces de ovos enlouquecedores. Sem mais.

9- FALAR PORTUGUÊS

O que pode parecer besta. Mas dá uma sensação de familiaridade enorme e é tãão prático e tãão fácil. E é tão bom entrar nas livrarias e ver tudo na nossa língua. É a única capital europeia onde você vai experimentar isso. Ainda que eles falem comboio (trem), gajo (cara), giro (legal), sítio (lugar), autocarro (ônibus).

10- BATE E VOLTA

Portugal é um país micro, com menos gente do que São Paulo. Pertinho de Lisboa, com uma hora de viagem, dá pra conhecer um monte de coisa: Sintra, Cascais, Queluz. Com um pouco mais de uma hora, Évora, Alcobaça, Batalha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *